Descubra os Açores pelo olhar de uma Açoreana com Sandra Henriques

Descubra os Açores pelo olhar de uma Açoreana

Viagem de 10 a 19 Setembro 2021

A maioria das viagens tende a centrar-se na magnifica ilha de São Miguel ou na Terceira com o seu conjunto arquitetónico classificado como património mundial pela UNESCO, irá certamente visitar estas 2 ilhas, mas também vamos mostrar-lhe alguns dos locais menos visitados, mas não menos extraordinários.

No nosso programa, também vamos explorar as ilhas mais isoladas, Flores, Corvo, Pico e Faial, cada uma com sua própria diversidade de atrações naturais únicas.

Veja o Faial por exemplo. Embora todas as ilhas dos Açores sejam vulcânicas, é aqui que encontrará as vistas vulcânicas mais memoráveis. A erupção do vulcão dos Capelinhos em 1957 criou 2 quilómetros de terra polvilhada com cinzas, onde hoje se podem explorar crateras, cones e tubos de lava.

Na Ilha do Pico, vai provar o vinho cultivado em solo vulcânico nos vinhedos que sobem o Monte Pico, enquanto nas Flores, a oeste, é a ilha mais isolada do grupo, promete um estilo de Éden. Devido à rica e abundante fauna e flora presente na ilha, esta integra a rede mundial de Reservas da Biosfera da UNESCO. Um verdadeiro retiro da natureza com uma costa escarpada, piscinas naturais formadas pelas suas majestosas cascatas.

Também iremos abordar a cultura e identidade açoriana, muito vincada e que atravessou os mares.

A aventura também se estende ao transporte. Os voos inter-ilhas permitem que a observação das caldeiras vulcânicas do alto, enquanto os trajectos de barco entre ilhas oferecem a oportunidade de observar baleias e golfinhos brincando nas ondas.

Informação adicional

Início a 10 Setembro, 2021
Fim a 19 Setembro, 2021
Duração 10 Dias / 9 Noites
Pessoas 14
Disponível 10
Preço desde 2.620.EUR p.pessoa
Localização AÇORES

Itinerário da Viagem

10.SET.2021 (Sábado) 01º.DIA
LISBOA / SÃO MIGUEL

Saída em voo regular com destino á ilha de São Miguel.

Chegada a Ponta Delgada e recolha de bagagem,  deixe-se apaixonar  por este arquipélago localizado a meio caminho entre a europa e a américa.

Na companhia da nossa Mentora, para além de ser uma Açoreana de gema, a Sandra Henriques é uma excelente comunicadora, profissional, alegre, motivadora, a perfeita companhia para tornar a sua viagem aos Açores numa experiência inesquecível, aqui tudo é intensamente azul e imensamente verde, as paisagens são surpreendentes…

Após deixarmos a bagagem no hotel, iniciamos o nosso fantástico passeio em Big Truck que combina o melhor que São Miguel tem para oferecer, observará a fauna e a flora locais, numa experiência inesquecível.

Este passeio é a melhor forma de viver a origem vulcânica da ilha de São Miguel, assim como os seus melhores e mais belos testemunhos. Vamos descobrir lagoas, fumarolas, e até a provar uma refeição cozinhada pelo próprio planeta – O famoso Cozido das Furnas.

Iniciamos a visita com uma das sete maravilhas naturais portuguesas – a Lagoa do Fogo. De seguida mostramos-lhe uma pequena aldeia quase desconhecida – as Caldeiras, onde as primeiras fumarolas do dia estão localizadas. A caminho do mágico Vale das Furnas, um hino à origem vulcânica da ilha, paragem na Lagoa de São Brás - outra pequena e desconhecida lagoa de cratera. Visita às únicas plantações de chá da Europa. No regresso a Ponta Delgada é feita uma paragem em Vila Franca do Campo, primeira capital ilha.

Foi um dia logo, o jantar será servido no restaurante do hotel para sua maior comodidade.

Alojamento: Azoris Royal Garden | Refeições: Pensão completa

11.SET.2021 (Domingo) 02º.DIA
02º.DIA – SÃO MIGUEL

Hoje saímos para a visita do lado nordeste da ilha de São Miguel para mais uma dia em plena natureza, com paisagens de cortar a respiração na companhia da nossa Mentora, a Sandra Henriques.

A melhor forma de conhecer o extremo oriental da ilha de São Miguel nasce da combinação entre estradas secundárias, alternadas com caminhos de terra batida. Este inesquecível passeio de dia inteiro leva-nos por alamedas, planaltos, ribeiras, combinando vales e cascatas, sem nunca esquecer a natureza intocada.

Partida de Ponta Delgada para uma das maiores atrações turísticas do concelho do Nordeste – Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões, onde as cascatas e moinhos de água surgem envoltos em vegetação luxuriante e diversificada. O passeio continua para o centro da vila do Nordeste, uma aldeia com um belo património arquitetónico, como a Matriz de São Jorge e as igrejas de Nossa Senhora da Luz ou as capelas de Nossa Senhora do Rosário, datadas de 1529, a vila é conhecida pelos seus belos jardins e ruas bem conservadas, onde as flores parecem florescer em cada esquina. Seguindo se para os miradouros do nordeste da ilha: Ponta do Arnel, Ponta do Sossego e Ponta da Madrugada, estes miradouros são conhecidos pelos seus jardins cuidados e coloridos que oferecem uma vista magnifica onde a falésia cai em pique em direcção ao mar. A próxima paragem será na Povoação, localizada na parte mais a sudeste da ilha, onde chegaram os primeiros navegadores portugueses, com paragem para almoço num restaurante local. Após o almoço a aventura segue para um caminho rodeado por Plátanos conhecido por “Alameda de Plátanos visconde Botelho”. Seguindo por ribeiras o BigTruck leva-nos ao Salto do Cavalo e ao planalto dos Graminhais oferecendo uma vista panorâmica sobre a vila das Furnas e Povoação. Regresso a Ponta Delgada pela Costa Norte da Ilha.

Á noite saímos a pé do nosso hotel para uma breve incursão pelo centro histórico de Ponta Delgada.

Jantar no Restaurante Cais da Sardinha, um espaço lounge e relax, situado num antigo Cais, com localização Premium, na Avenida Infante D. Henrique, com vista privilegiada sobre a costa sul da ilha de São Miguel e sobre o Mar.

Uma noite de confraternização onde iremos fazer retrospetiva do que já foi visitado, e a Sandra Henriques, a nossa Mentora irá desvendar o que nos ainda espera.

Alojamento: Azoris Royal Garden | Refeições: Pensão completa

12.SET.2021 (Segunda-feira) 03º.DIA
SÃO MIGUEL / FLORES

Um dos principais destaques de qualquer viagem aos Açores é visitar Sete Cidades e ficar na orla destes deslumbrantes lagos de crateras vulcânicas.

Separado por uma fina faixa de terra, um lago brilha em verde turquesa, enquanto o outro é de um azul profundo. Nesta viagem durante a manhã, viajaremos ao longo de estradas de montanha até ao Miradouro da Vista do Rei para um dos mais magníficos locais panorâmicos dos Açores.

Terminamos no aeroporto para voar com destino a uma das ilhas mais remotas dos Açores, as Flores. Mais de uma hora de voo a oeste de São Miguel através do Atlântico, desfrute de vistas deslumbrantes sobre o que os exploradores portugueses chamam de ilha das flores.

Com apenas 4.000 residentes, terá toda a ilha quase em exclusivo para si!

À chegada ao Aeroporto das Flores transfer para o Hotel das Flores.

No final da tarde somos transportados para a zona da Fajã Grande,  para contemplar o por do sol, acompanhado por uma bebida que antecede o jantar, num local despretensioso, com boa música num ambiente descontraído.

Mais do que um restaurante, é a casa do fotografo Jorge Brilhante, um dos fotógrafos oficias dos Presidentes da República, como Jorge Sampaio e Mário Soares.

O Maresia é uma sala de visitas e uma esplanada à beira-mar, à frente as rochas recortadas por mão divina a criarem cenários metafísicos. Peixes e carnes do dia, fusões com produtos da terra, são as sugestões deste fotógrafo profissional que domina também a arte da cozinha.

Uma noite descontraída para conversas sem horas.

Alojamento: Hotel Inatel | Refeições: Meia pensão

13.SET.2021 (Terça-feira) 04º.DIA
FLORES

As Flores não se compara à popularidade de outras ilhas do arquipélago dos Açores, tais como São Miguel ou Terceira, mas é, sem dúvida, umas das que maior beleza natural em estado bruto possui, e a nossa Mentora, a Sandra Henrique irá desvendar-nos.

Vamos explorar este autêntico paraíso em pleno Oceano Atlântico em Jeep.

Esta experiência procura abranger tudo aquilo que é mais relevante na ilha das Flores. Começamos por Santa Cruz, para logo de seguida rumarmos em direção a Ponta Delgada, mas passando antes pela Fazenda de Santa Cruz, Cedros e Ponta Ruiva.

Nestas freguesias encontramos alguns dos mais belos miradouros da ilha. Em seguida partimos em direção ao centro da ilha, mais propriamente para as Lagoas Branca e Seca, sendo que agora encontramo-nos praticamente prontos para uma paragem para almoço. Depois do almoço seguimos em direção às fantásticas cascatas da ilha, primeiro com o Poço do Bacalhau e mais tarde com a caminhada até ao Poço da Ribeira do Ferreiro, local de uma beleza inigualável. De seguida vamos à descoberta das fantásticas lagoas que parecem estar mesmo à nossa espera. Não podíamos terminar este passeio sem passar pela Rocha dos Bordões, durante muitos anos considerada a principal referência da ilha no mundo.

Á noite somos transportados para a zona das Lajes, mais propriamente para  a quinta de um casal alemão.

Uwe e Sylke Steiner, cultivam plantas e frutas de todo o mundo e também locais na quinta onde está o restaurante Casa do Rei, todos os menus são confecionadas quase exclusivamente com produtos da ilha das Flores. Esses produtos tornam os pratos saborosos, com qualidade e apresentação de excelência.

Durante o jantar a conversa leva-nos a conhecer um pouco mais sobre o modo de vida nesta ilha, uma das mais isoladas de Portugal.

Alojamento: Hotel Inatel | Refeições: Pensão completa

14.SET.2021 (Quarta-feira) 05º.DIA
CORVO - FLORES

Pelo olhar da nossa Mentora, a Sandra Henriques, esta viagem não estaria completa sem um dia na pequena ilha do Corvo.

Segundo o escritor Raul Brandão, enquanto o Corvo é espesso e nu, as Flores são violeta e verde!

Da ilha das Flores à Ilha do Corvo existe um imenso mar para desvendar, as magníficas grutas e cascatas, um passeio de barco à volta da ilha constitui uma experiência inesquecível e arrebatadora.

Logo pela manhã saímos de barco em direcção à mais pequena ilha dos Açores. Pelo caminho a probabilidade de encontrar golfinhos que nos fazem companhia é grande, já os gigantes azuis é mais complicado. As baleias aparecem com menos frequência, mas quando o fazem a sua beleza e robustez são inigualáveis.

Toda a ilha é rodeada por falésias altas e abruptas, principalmente nos sectores oeste e norte, devido à forte erosão marinha a que está sujeita e à natureza detrítica dos seus produtos vulcânicos. Esta erosão origina importantes quebradas e desmoronamentos e põe a descobertos inúmeros filões basálticos que atravessam as formações encaixantes, dando origem a um reticulado denso, complexo e caprichoso de formas intrusivas.

Chegados ao Corvo seguimos para o Caldeirão, contando com a disponibilidade de um habitante local sempre disposto a ajudar. Uma vez no Caldeirão, o deslumbre… É ver com os seus próprios olhos, a beleza e paz que este local transmite. Depois de um passeio pelo interior do caldeirão e de um almoço reconfortante retornamos à ilha das Flores com uma sensação de missão cumprida.

Á noite somos transportados para a costa oeste da ilha, onde em segredo a natureza guarda os seus mistérios, a Aldeia da Cuada é um lugar à medida do isolamento da Ilha das Flores.

Sem pressa, deixamo-nos envolver pelo som dos pássaros e pela fragrância da erva fresca e dos loureiros com o perfume adocicado da cana roca.

Jantar no restaurante que orgulha-se de utilizar apenas produtos de origem local, produzidos de forma artesanal por pequenos produtores e confecionados de uma forma simples.

Alojamento: Hotel Inatel | Refeições: Pensão completa

15.SET.2021 (Quinta-feira) 06º.DIA
FLORES / FAIAL

Hoje vamos para a nossa próxima etapa da viagem, mais uma oportunidade contemplar desde o ar a paisagem  abrangentes sobre as ilhas enquanto voa para o Faial. Esta ilha já foi popular entre os piratas, mas agora é um ponto de paragem preferido para os velejadores que cruzam o Atlântico.

A maior figura faialense é sem dúvida Manuel de Arriga, 1º Presidente da República Portuguesa, eleito a 24 de agosto de 1911, nascido na cidade da Horta em  1840.

Manuel de Arriaga, também foi Procurador-Geral da República, reitor da Universidade de Coimbra, escritor e poeta, sendo nas suas obras evidente, as suas raízes insulares, as suas preocupações e os ideais pelos quais sempre lutou.

Após a chegada dirigimo-nos para o restaurante Canto da Doca, onde será servido o almoço.

A especial particularidade deste restaurante é que todos os pratos são confeccionados na pedra. Ou seja, o cliente é parte integrante e activa na confecção das especialidades, quer de carne quer de peixe, que se fazem acompanhar por molhos especiais batata frita e salada. O interior do restaurante evoca o interior do navio, com toda a decoração a condizer.

A parte da tarde será dedicada à visita a pé da baixa da “Cidade Mar”, com Início no Largo Dr. Manuel de Arriaga com passagem pelos seguintes locais:

Forte de Santa Cruz (séc. XVI) actual Pousada de Portugal, Praça do Infante, Igreja de São Francisco (Séc. XVI), Largo Duque D’ Ávila e Bolama, Colégio dos Jesuítas (Igreja Matriz do Santíssimo Salvador (séc. XVI), visita ao Museu da Horta), Sociedade Amor da Pátria, Império dos Nobres (XVIII), Praça da República, Mercado Municipal e a Avenida 25 de Abril.

A visita termina na Marina da Horta para visualização das famosas pinturas murais e no final vamos tomar um Gin do Mar no famoso Peter Café Sport.

Desde 1918 que os ingleses das companhias de cabos submarinos que operavam na Horta bebiam no Café Sport uma das suas bebidas preferidas, o gin tónico. A forma como o preparávamos tornou-se na bebida mais vendida e célebre no Atlântico.

Em 2000, José Henrique Azevedo, 3.ª geração do Peter, testou uma mistura de Gin com o mais prestigiado "Licor de Maracujá" e assim nasceu o Gin do Mar.

Mais um momento para rodeados dos velhos lobos do mar”, ouvir-mos contar histórias desta ilha encantada.

O jantar de hoje está reservado num novo espaço da nova vaga gastronómica dos Açores…

A transformação de um antigo armazém, um projecto do arquiteto Albino Alves de Pinho, ressoltou num espaço absolutamente incrível, o Praya Restaurante que está localizado na Praia do Almoxarife.

As suas enormes janelas proporcionam umas vistas incríveis para a montanha do Pico do outro lado do mar, e a proposta gastronómica resulta na combinação perfeita com os melhores produtos locais.

A nossa Mentora, Sandra Henriques irá dar a conhecer o panorama literário insular açoriana, que lhe confere  uma identidade própria dentro do universo  literário português e onde, a par de grandes vultos da cultura portuguesa como Antero de Quental, Teófilo Braga, Vitorino Nemésio, ou  Natália Correia,  onde figuram muitos outros  com menor projecção, mas não de mérito menor. 

Alojamento: Azoris Faial Garden | Refeições: Pensão completa

16.SET.2021 (Sexta-feira) 07º.DIA
FAIAL / PICO

A exuberante natureza desta ilha, é a sua maior atração, uma simbiose perfeita de tradição e modernidade, assumindo-se como um destino de excelência no arquipélago.

Acompanhados pela nossa Mentora e por um Biólogo local e em viaturas 4x4, seremos guiados pelos cenários únicos da Ilha num misto de natureza e cultura, com almoço incluído num restaurante local. Da Reserva Natural da Caldeira central ao Monumento Natural dos Capelinhos ou ao Jardim Botânico. Percorrendo a história e cultura da ilha Azul, conte com as melhores vistas, fetos gigantes e plantas endémicas, praias de areia negra, vigias da baleia, casas tradicionais, assim como outros locais únicos que apenas os locais conhecem.

No final da tarde, saída para o cais da Horta, para uma curta viagem de ferry no “Canal” imortalizado por Vitorino Nemésio, até à cidade da Madalena, na Ilha do Pico. Chegada à Ilha do Pico, a segunda maior ilha do arquipélago dos Açores e onde se encontra a maior montanha de Portugal.

À noite saída a pé para jantar, num edifício imponente, elegante e moderno, que recebeu em 2016 o prémio da Archdaily como o edifício mais bonito do mundo.

O chamativo projecto da FCC Arquitectura + Paulo Lobo (design de interior), foi  inspirado nas formas orgânicas das baleias também faz referência aos toneis que armazenam bebidas, e oferece umas vistas panorâmica do oceano atlântico e para a ilha do Faial.

As lapas, os pratos com conservas, os bifes de vitela e atum, o polvo assado no forno, funcionam como a referencia culinária da casa.

Um espaço que convida a usufruir do melhor dos Açores: a paisagem, a comida e, claro, as pessoas.

Alojamento: Hotel Caravelas | Refeições: Pensão completa

17.SET.2021 (Sábado) 08º.DIA
PICO / TERCEIRA

O Pico foi terra de baleeiros que arpoaram o pão, o sonho, e a esperança. Durante mais de 100 anos, a caça à baleia, arriscadíssima, foi fonte indispensável de recursos.

Hoje vamos explorar a Ilha Montanha em Jeep, na companhia de quem sabe e com um almoço regional.

Por entre as pedras negras brota o delicioso verdelho que chegou à Rússia dos Czares, à mesa do Vaticano e ao convívio das mais abastadas casas reais do século XIX.

O Parque Natural do Pico constitui o maior Parque Natural dos Açores. A Gruta das Torres, no concelho da Madalena, é o maior tubo lávico de Portugal. Tudo nesta ilha é grandeza.

Esta é a segunda maior e mais nova ilha dos Açores, sentido a sua força rochosa em contraste com a candura da sua extensa flora e um azul circundante. Começamos pela Madalena, Cidade do Vinho, passando pelas Paisagens Vinhateiras da UNESCO, à maior área protegida de plantas dos Açores rodeada de dezenas de lagos, conhecerá o Açores rural mais bem preservado.

Terminamos a nossa vista no aeroporto para o nosso último voo inter-ilhas, que nos leva para a ilha Terceira.

Feita de vastas planícies pintadas de verde intenso, e serras imponentes de onde se avistam todas as restantes ilhas do grupo central do arquipélago, a Terceira oferece a quem a visita paisagens de beleza ímpar.

A terceira ilha dos Açores a ser descoberta é também conhecida como a “Ilha Festiva”, tal a quantidade de festas e celebrações diversas que ali têm lugar ao longo do ano. A Ilha Terceira é sem dúvida um destino a não perder numa viagem ao fascinante arquipélago dos Açores.

Chegada ao Aeroporto das Lages e transporte para Angra do Heroísmo.

O jantar de hoje será no restaurante Caneta, o local certo para uma experiência gastronómica inesquecível.

Inserido num edifício histórico, é um complexo de restauração de base familiar, amplo, agradável, situado na zona Oeste da Ilha Terceira, onde a pecuária é rainha. Oferece uma variedade de pratos de reconhecida qualidade, alguns deles provenientes da cozinha regional da zona, mas as carnes de bovino e suíno provenientes de produção própria, são o grande ex-libris.

E, quando se fala de carne, fala-se da melhor carne da ilha Terceira, servida em bife, com duas versões (o “da Casa” é, na verdade uma costeleta de novilho), ou em suculentas espetadas e na tradicional Alcatra.

Alojamento: Azoris Angra Garden | Refeições: Pensão completa

18.SET.2021 (Domingo) 09º.DIA
ERCEIRA

Angra do Heroísmo é uma das mais antigas povoações dos Açores, e as ruas de paralelepípedos, fachadas caiadas de branco e telhados de terracota compõem um cenário de cartão-postal reconhecido pela sua lista de património da UNESCO.

Hoje, desfrute de um passeio de dia inteiro pela Terceira, visitando em Jep alguns dos locais escondidos da ilha, com almoço incluído. Seguimos a as estradas costeiras que oferecem panoramas deslumbrantes, dirigimo-nos ao interior para descobrir o coração vulcânico da Terceira, ver as piscinas naturais e visitar a vila vinícola de Biscoitos.

Um dos muitos destaques de hoje é uma visita ao antigo respiradouro de lava do Algar do Carvão - uma chaminé vulcânica de 900 metros de profundidade que atinge as profundezas da terra, marcando o caminho que a lava tomou para chegar à superfície da terra.

Por fim, uma visita à Lagoa das Patas, para uma caminhada à volta de um lindíssimo lago rodeado de hortênsias, camélias e azáleas, terminado o passeio num espaço bastante acolhedor para degustação de queijos e iogurtes produzidos na ilha Terceira.

Á noite saímos a pé pelo centro histórico da cidade para jantar de despedida no restaurante da moda da ilha Terceira.

A Tasca das Tias oferece um ambiente descontraído, cosmopolita, com mobiliário moderno e um aprazível pátio interior, um espaço onde se aposta na comida de conforto, com propostas regionais, apresentadas de forma contemporânea.

Há lapas grelhadas e cracas, pois claro, amêijoa de Santo Cristo (oriundas da Caldeira de Santo Cristo, em São Jorge), salada de polvo dos Açores e uma série de outros petiscos da terra e do mar para partilhar, durante as conversas com a Mentora da viagem, sobre estes dias que passamos juntos.

Alojamento: Azoris Angra Garden | Refeições: Pensão completa

TERCEIRA / LISBOA
TERCEIRA / LISBOA

Despedimo-nos dos Açores com a certeza de uns dias muito bem passados na companhia da nossa Mentora, a Sandra Henriques.

Transporte para o aeroporto e saída em voo regular com destino a Lisboa.

SANDRA HENRIQUES
Biografia
SANDRA HENRIQUES

Açoriana de gema a morar em Lisboa, Sandra escreve sobre turismo cultural em Lisboa e nos Açores. Acredita que um destino é muito mais que paisagem e monumentos de visita obrigatória e, por isso, desenvolveu uma secção no blog dedicada a artistas locais e eventos culturais independentes.

Visita frequentemente o Arquipélagocasa para acompanhar o evento anual dedicado aos escritores Açorianos, Pedras Negras, um dos acontecimentos culturais de verão que fazem parte do Azores Fringe Festival.

Entre paisagens icónicas das ilhas, escritores açorianos deixam-se inspirar e produzem textos originais ou lêem passagens de outros autores inspirados pelas mesmas vistas antes deles.

AÇORES

As nove ilhas do Arquipélago dos Açores são todas de origem vulcânica e encontram-se  em pleno Atlântico Norte, dispersas ao longo de uma faixa com cerca de 600 km de extensão de Santa Maria ao Corvo e sensivelmente entre 37° e 40° de latitude norte e 25° e 31° de longitude oeste. Residem 246 772 pessoas (dados de 2011) neste território insular de 2 325 km2, que está a uma distância de 1 600 km do continente europeu e 2454 km do continente norte-americano (Canadá).

As ilhas do arquipélago foram divididas em três grupos geográficos: o Grupo Oriental, composto por Santa Maria e São Miguel, o Grupo Central integra as ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial, e o Grupo Ocidental constituído pelas ilhas Corvo e Flores. Os Açores, juntamente com os arquipélagos da Madeira, Canárias e Cabo Verde definem a região biogeográfica da Macaronésia, designação que significa “ilhas afortunadas”, para quem as habita e quem as visita.

PROTOCOLO DE SAÚDE E SEGURANÇA EM TEMPO DE COVID-19
Informação
PROTOCOLO DE SAÚDE E SEGURANÇA EM TEMPO DE COVID-19

Durante o surto de pneumonia pelo novo Coronavírus – COVID-19, foram tomadas as medidas de saúde pública necessárias para proteção de toda a população. A análise da evolução do surto é constante e a implementação de novas medidas será feita sempre que se justifique.

Recomendamos que verifique as informações publicadas no MNE, antes de confirmar a sua reserva.

Para oferecer a máxima garantia de saúde, segurança e bem-estar dos nossos clientes, todos os Hotéis & Resorts propostos pela OSIRIS Travel possuem Certificados/Protocolos necessários, indicados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Inclui

  • Acompanhamento pela nossa Mentora de Natureza;
  • Passagem aérea em voo regular/classe económica, de acordo com o programa;
  • Transporte gratuito de 1 bagagem de porão;
  • Travessia do Canal Horta/Pico em ferry boat.
  • Todos os transfers dos aeroportos/cais para os hotéis e vice-versa;
  • Alojamento por 9 noites nos hotéis mencionados no programa ou similares, em quarto standard:
  • 2 noites em São Miguel
  • 3 noites nas Flores;
  • 1 noite no Faial
  • 1 noite no Pico
  • 2 noites na Terceira
  • Todas as refeições mencionadas no programa com bebidas incluídas:
  • 9 Pequenos-almoços
  • 8 Almoços
  • 9 Jantares
  • Todas as visitas mencionadas no programa com guias locais/biólogos:
  • São Miguel: Furnas e Lagoa do Fogo + Nordeste e Povoação + Sete Cidades
  • Flores: Volta à ilha
  • Corvo: Volta à ilha
  • Faial: Cidade da Horta + Volta à ilha
  • Pico: Volta à ilha
  • Terceira: Volta à ilha
  • Seguro de viagem;
  • Taxas de turismo, de serviço e IVA

Não Inclui

  • Despesas de carácter pessoal;
  • Actividades não especificadas ou opcionais;
  • Outros serviços não mencionados.
  •  

Notas Importantes:

Programa sujeito a alterações sem aviso prévio;

Viagem realizada com um mínimo de 14 participantes;

A Osiris Travel e os seus parceiros cumprem todas as orientações das autoridades de saúde e implementam todas as medidas de higiene e segurança, garantido o compromisso e respeito pela saúde e segurança dos seus clientes no contexto da pandemia Covid-19.

Outros pacotes turísticos disponíveis para si

Loading logo